IlusoriaMente
Grupo de Estudos Interdisciplinares da Percepção 
e da Arte Mágica


Objetivos Gerais
O IlusoriaMente – Grupo de Estudos Interdisciplinares da Percepção e da Arte Mágica é uma atividade de extensão do Inter Psi USP que tem o objetivo de estudar, de modo interdisciplinar, nos âmbitos teórico e prático, variáveis e processos envolvidos na percepção e na arte mágica. Tais atividades pretendem alicerçar a realização de pesquisas na área.

Objetivos Específicos
• Estudar e debater a literatura de referência da área, tanto científica quanto artística;
• Estudar, debater e exercitar a execução de truques de mágica, integrando, portanto, teoria e prática;
• Planejar e executar pesquisas na área;
• Atividades de extensão e difusão cultural, para fins de divulgação científica e estímulo ao pensamento crítico.

Membros
O IlusoriaMente é composto pelos seguintes membros:

Coordenação

  • Leonardo Breno Martins (psicólogo, pós-doutorado em Psicologia Social e pesquisador do InterPsi)
  • Fátima Regina Machado (psicóloga, líder do InterPsi)
  • Wellington Zangari (psicólogo e líder do InterPsi)

Participantes

  • Dra. Camila Mendonça Torres (psicóloga, pós-doutoranda em Psicologia Social e pesquisadora do Inter Psi)
  • Ms. Gabriel Teixeira de Medeiros (psicólogo, doutorando em Psicologia Social e pesquisador do Inter Psi)
  • André Renato Rizzi (psicólogo, fisioterapeuta, Mestrando em Psicologia Social e pesquisador do Inter Psi)
  • Prof. Dr. Marco Dimas Gubitoso (Cientista da Computação, professor do IME-USP)
  • Andreia Zuchi Teles (psicóloga)
  • Ms. Mariana Verzaro (Doutoranda em Neurociência e Comportamento – IPUSP)
  • Francisco Alcino de Sousa Moreira da Silva (Engenheiro)
  • Camila Chagas (Psicóloga e Mestre em Psicobiologia pela UNIFESP)
  • Giovane Ramos Silverio (Graduando em Psicologia)
  • Alex Sandro Gomes Moreira (téc eventos/magico)
  • Sara Pavan Cruz (produtora audiovisual)
  • Marcelo Rosenfeld (psicólogo)
  • Tammy Marchiori (Neuropsicóloga)

Admissão e permanência de membros

A eventual admissão de membros, tal qual sua permanência, estão sujeitas às normas que orientam o mesmo processo nos demais grupos mantidos pelo Inter Psi. Tais normas estão descritas nos seguintes termos: clique aqui para ler.

O ingresso de participantes para o ano de 2020 está encerrado. Os(as) interessados(as) em participar do grupo em edições futuras devem responder a um curto questionário, clicando aqui.

Cronograma das reuniões
As reuniões têm a duração de duas horas, as quais são divididas em dois blocos:
• Discussão da literatura de referência sobre variáveis e processos subjacentes à percepção e à arte mágica (hora inicial).
• Discussão e prática de efeitos mágicos (hora final).

Atividades já realizadas
* Nos anos passados, o tópico central das atividades foi o mentalismo e o apoio à disciplina de pós-graduação ligada ao tema do grupo: A Psicologia do Impossível: Arte Mágica, Ilusão e Processos Psicossociais da Percepção e da Crença.

Bibliografia principal utilizada
Annemann, T. (2012). Practical mental magic. Courier Corporation.
Corinda, T. (1984). Thirteen Steps to Mentalism. Supreme Magic Company.

Bibliografia complementar
Banachek (2000). Psychological subtleties (v 1, 2, 3, 4). Houston, TX: Magic Inspirations.
Cole, G. G., & Kuhn, G. (2010). What the experimenter’s prime tells the observer’s brain. Attention, Perception, & Psychophysics, 72(5), 1367-1376.
Kuhn, G., Amlani, A. A., & Rensink, R. A. (2008). Towards a science of magic. Trends in cognitive sciences, 12(9), 349-354.
Kuhn, G., & Martinez, L. M. (2012). Misdirection – Past, present, and the future. Frontiers in Human Neuroscience, 5, 172.
Lamont, P., & Wiseman, R. (2005). Magic in theory: An introduction to the theoretical and psychological elements of conjuring. Univ of Hertfordshire Press.
Parris, B. A., Kuhn, G., Mizon, G. A., Benattayallah, A., & Hodgson, T. L. (2009). Imaging the impossible: An fMRI study of impossible causal relationships in magic tricks. Neuroimage, 45(3), 1033-1039.
Subbotsky, E. (2010). Magic and the mind: Mechanisms, functions, and development of magical thinking and behavior. Oxford University Press.
Thomas, C., Didierjean, A., Maquestiaux, F., & Gygax, P. (2015). Does magic offer a cryptozoology ground for psychology?. Review of General Psychology, 19(2), 117.